De acordo com o Global Sports Salaries Survey (GSSS) da Sporting Intelligence, o FC Barcelona tem um salário médio de 7,5 milhões de euros, por ano. Os blaugranas são, assim, a equipa de futebol que mais gasta em salários. No top10, figuram apenas três equipas de futebol. A lista é liderada pelos Oklahoma City Tunder, equipa da NBA.

A oitava edição da GSSS classifica as equipas desportivas mais bem pagas do mundo. A novidade deste ano, surge do estudo da situação desportiva feminina. Com o objetivo de analisar os salários das primeiras equipas de cada clube, o estudo permite a comparação de várias formações e de várias modalidades.

Ler mais: Top50 Brand Finance Football 2017

Nos dez primeiros classificados surgem, então, três clubes de futebol: FC Barcelona, Paris Saint-Germain e Real Madrid. O Barcelona chega aos 7,5 milhões de euros, o que fez ao clube espanhol subir para a quarta posição, depois da quinta em 2016. A principal razão para a subida desta quantia, foi a renovação de contrato com Lionel Messi. O acordo foi assinado no inicio desta temporada e, por isso, surge no orçamento do clube.

Ler ainda:

Clubes pagam o dobro daquilo que os jogadores valem

Ranking: novos bilionários no mundo do futebol

De seguida, aparece o Paris Saint-Germain, na quinta posição. Os franceses subiram do lugar 35 para o quinto posto. A assinatura de Neymar e Mbappé fizeram aumentar o salário médio do conjunto parisiense para os 7,35 milhões de euros por ano. No nono lugar surge o clube de Cristiano Ronaldo. O Real Madrid gasta nada mais nada menos do que 7 milhões por ano em salários com as estrelas do plantel merengue.

Ler mais: Manchester United é a equipa que mais gasta em salários (2016)

O Manchester United registou uma enorme queda, do quarto posto para o 23º. Os principais motivos para esta queda prendem-se com a saída de Wayne Rooney e Bastian Schweinsteiger e com a redução no contrato de Zlatan Ibrahimovic.

Veja o documento completo aqui.

A lista conta com sete equipas da NBA, sendo a que se destaca, os surpreendentes Thunders. A formação de Oklahoma subiu de 33º para o topo, com um salário médio anual de 8,125 milhões de euros.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *