O FC Barcelona registou na época de 2017/18 a maior receita de toda a história da indústria do futebol. Os espanhóis faturaram 900 milhões de euros em receitas. Contudo, o lucro da temporada chegou apenas aos 13 milhões de euros.

A confirmação surgiu através de Josep Vives, porta-voz do campeão espanhol. O clube encerrou a última temporada com 914 milhões de euros em receitas, um aumento de quase 40% em relação à época anterior. Em 2016/17, o Barcelona chegou aos 708 milhões de euros.

Ler mais: Barcelona regista receitas recorde

Esta faturação corresponde ao período entre julho de 2017 e junho de 2018. Neste período, um dos pontos mais fundamentais para o aumento deste número foi a venda de Neymar, para o PSG, por 222 milhões de euros.

Ler mais: Neymar ainda pode custar milhões ao Barcelona

Contudo, nem só as receitas aumentaram. Do lado negativo da balança, as despesas chegaram aos 882 milhões de euros. Na temporada anterior, o número atingiu apenas os 865 milhões de euros.

Após todos os descontos, o lucro líquido da época encerrou nos 13 milhões de euros, o mais baixo desde 2012. Sem motivos de explicação para a margem pequena de 1,9%, é certo que a contratação de Philippe Coutinho e demais colegas pesou nas contas do clube.

Ler mais: Quanto ganha Philippe Coutinho?

Desde 2010, com a exceção de 2011, o FC Barcelona fecha os anos desportivos com lucros. Porém, as contas oficiais do clube de 2017/18 serão encerradas e apresentadas pelo CEO, Óscar Grau, e o tesoureiro, Enrique Tombas, nos próximos dias.

Ler mais: Barcelona: Candidato à presidência promete triplicar receitas

Em fevereiro deste ano, Josep Maria Bartomeu afirmou que o objetivo do clube era chegar ao mil milhão de receitas até 2021. O presidente blaugrana já afirmava que o clube iria faturar 900 milhões de euros durante a época transata. O catalão referiu que se o crescimento continuasse, o objetivo seria conseguido daqui a três anos.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA