As eleições para a presidência do Barcelona são só em 2021, mas um dos possíveis candidatos Víctor Font, argumenta que o clube pode triplicar as receitas. Uma meta arrojada, se tivermos em conta que o clube aspira chegar aos 1000 milhões na próxima temporada.

O empresário espanhol acredita que o Barcelona está a ser mal gerido e desaproveitado, podendo elevar as suas receitas até aos 2500 milhões de euros. Víctor já esteve para se candidatar em 2015 às eleições presidenciais, mas espera em 2021 fazer uma candidatura oficial.

Ler também: Barcelona regista receitas recorde

Para Víctor Font, o segredo está em que a SAD tenha “pessoas que vêm do futebol profissional ou do desporto em geral”. Refere ainda que a escolha não pode passar por semi-aposentados com património, mas sim “pessoas que conhecem o mundo do entretenimento, da tecnologia, da indústria do futebol no século 21 e que ajudam a transformar o modelo de geração de receitas”.

Víctor Font é co-fundador e CEO da Delta Partners Group e um dos fundadores do jornal catalão Ara.

Um clube é como uma empresa. É este o ideal de Font, ele próprio um empresário de sucesso. Com anos de experiência no empreendedorismo, o futuro candidato à presidência do emblema catalão considera que “os clubes de futebol geram pouco rendimento”. O empresário destaca que há entre 70 e 90 empresas na Catalunha com mais receitas que o Barcelona.

A solução, segundo Víctor Font, é aproveitar os mais de 500 milhões de adeptos que o clube tem nos quatros cantos do mundo. A venda de produtos e serviços a esta massa adepta permitia aumentar consideravelmente as receitas. “Se os 500 milhões de adeptos gastassem apenas cinco euros por ano, ao fim de um ano seriam 2500 milhões de euros“.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *