Na última jornada do Brasileirão ficou decidido quem garantia um lugar na Taça dos Libertadores, e por outro lado, quem foi relegado para a Série B no próximo ano. O campeão Corinthians foi a equipa que mais recebeu. Em contrapartida, as quatro equipas que desceram não receberam nenhum prémio monetário.

Ler mais: 

O jogador mais valioso do Brasileirão 2017

Top15 dos jovens mais valiosos do Brasileirão 2017

No entanto, a questão que também ganhou contornos motivacionais para as equipas não foi só o acesso a um lugar na “Champions” do Sul da América, ou a permanência na principal divisão brasileira, foi também o facto de a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) ter distribuído cerca de 16,3 milhões de euros em prémios.

Uma vez que foi campeão, o Corinthians arrecadou algo como 4,7 milhões de euros, tendo o Palmeiras e o Santos – vice-campeão e terceiro classificados – sido premiados com cerca de 3 milhões e perto de 2 milhões de euros, respetivamente. A quantia restante foi distribuída pelas equipas que asseguraram a manutenção na principal divisão brasileira. A última equipa a receber o prémio foi o Vitória e somou aos seus cofres perto de 190 mil euros.

Já as equipas despromovidas – Coritiba, Avaí, Ponte Preta e Atlético-GO-, além de perderam a sua cota nas transmissões televisivas, também não tiveram direito a qualquer quantia.

Ler mais:

São Paulo e Under Armour terminam ligação

Umbro veste Santos na próxima época

A Chapecoense, clube que no ano passado passou por uma situação trágica – a queda do avião que transportava a equipa, para o encontro da segunda mão da final da Taça dos Libertadores – recebeu mais de 500 mil euros relativos ao 8º lugar obtido no campeonato.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *