O Manchester United anunciou as contas dos três primeiros meses da temporada 2017/2018. De agosto a outubro, o clube de José Mourinho conseguiu arrecadar um total de 158,5 milhões de euros, um aumento de 17,3% ao mesmo período do ano passado. Os lucros operacionais chegaram aos 17 milhões de euros.

O aumento no mesmo período da época, deve-se à participação na UEFA Champions League e aos resultados positivos. Enquanto que na temporada anterior, o clube chegou aos sete milhões de euros, agora mais que duplica para os 17 milhões. As receitas da TV foram as que mais valorizaram, um aumento de cerca de 30%. Cerca de 43 milhões de euros foram obtidos pela presença na competição europeia e pela final da UEFA Super Cup.

As receitas dos jogos, apelidada de matchday, aumentou 33,3%, para uns impressionantes 25,18 milhões de euros. O crescimento deve-se, também, ao facto de haver mais dois jogos em casa, em todas as competições. No âmbito comercial, os Red Devils já têm uma carteira impressionante com vários parceiros mundiais e continuam em alta.

Ler mais: Mourinho exige aumento salarial

Por outro lado, e apesar da pré-temporada realizada nos Estados Unidos da América, o merchandising, desde equipamentos e produtos licenciados, desvalorizaram em 0,4%. Relembramos que na época passada, Zlatán Ibrahimovic e Paul Pogba foram apresentados no mês de agosto e trouxeram números gigantescos de vendas comerciais. As despesas operacionais no mesmo período sofreram, também, um aumento de 17,1%. Os bónus pagos aos atletas, devido à participação na Liga dos Campeões, é o principal fator.

O Manchester United espera atingir novamente o valor de 582 milhões de libras (658 milhões de euros) que o clube atingiu o ano passado. O clube de Mourinho está atualmente no segundo lugar da Premier League, atrás do rival Manchester City de Pep Guardiola.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *