O bilionário presidente do Chelsea FC, Roman Abramovich, teve de pagar 77 milhões de euros para terminar o contrato com a Adidas. As contas do clube, divulgadas esta semana, mostraram ainda que o clube pagou de indemnização cerca de 9,5 milhões de euros a José Mourinho e ao seu staff

O grande valor pago pelo fim do contrato com a Adidas deveu-se ao facto do clube querer assinar um acordo com a principal rival da marca alemã, a Nike. A partir da próxima época o clube vai receber 75 milhões de euros por ano da Nike, quase o dobro do que recebida da Adidas.

O Chelsea foi patrocinado pela Adidas durante uma década. A parceria começou em 2006 e foi renovada em 2013. Agora termina a 30 de Junho de 2017.

Já a saída de Mourinho do Chelsea não ficou nada barata. A indemnização do treinador português ascendeu a 9,5 milhões de euros. O clube londrino gastou ainda mais 26,5 milhões de euros em ‘salários de treinadores’, o que inclui a verba paga a Mourinho até Dezembro e a verba paga ao seu sucessor daí em diante.

O custos totais fizeram o clube ter uma perda anual de 81 milhões de euros, mais cerca de 58 milhões de euros comparando com o ano passado. O Chelsea entrou esta semana com o processo de expansão de Stamford Bridge no valor de 577 milhões de euros, o que promete pressionar ainda mais as contas.

Atualmente, o clube não está presente em nenhuma competição europeia, porém encontra-se na primeira posição da Premier League. Sob o comando de Antonio Conte, a equipa chegou a estar numa sequência de 13 vitórias seguidas. O treinador italiano venceu pela terceira vez consecutiva o prémio de melhor treinador do mês.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *