Sérgio Ramos não faz a coisa por menos. O defesa central do Real Madrid, que atualmente usa chuteiras pretas sem referência, está a pedir dois milhões de euros à Nike para voltar a usar as botas da marca norte-americana.

Isto porque o acordo com a Nike, que terminou recentemente após um vínculo de dez anos, não permite que o espanhol jogue com botas de nenhuma outra marca nos seis meses imediatamente posteriores ao fim do contrato.

E Ramos tem boas alternativas. O capitão do Real Madrid está também em conversações com a Adidas, Puma, Joma, New Balance e Under Armour. O valor é o mesmo: dois milhões de euros para usar as respectivas chuteiras durante quatro anos.

Ler mais: Nike renova com Croácia até 2026

Esta não é a primeira vez que as extravagâncias de Ramos fazem notícia. Ainda no mês passado o sevilhano exigiu ser o segundo jogador mais bem pago do plantel merengue, ficando apenas atrás do português Cristiano Ronaldo. Uma posição que neste momento é ocupada por Gareth Bale.