Segundo a imprensa espanhola, o Real Madrid fez uma nova proposta ao internacional português, durante a última semana. Ao que tudo indica, Cristiano Ronaldo rejeitou o contrato de um salário anual fixado nos 25 milhões de euros, mais 7,5 milhões de euros por objetivos. No máximo daria os 32,5 milhões de euros, ainda insuficiente para ultrapassar Messi e Neymar.

Os objetivos estipulados passariam pela conquista da Liga dos Campeões, Liga Santander, Copa del Rey e Bola de Ouro. Num ano perfeito, o português auferia os 32,5 milhões de euros.

Dividindo, Ronaldo ganharia dois milhões pela Champions, 1,5 milhões pela conquista do campeonato e um milhão pela taça. Os prémios individuais, ‘The Best’ e a Bola de Ouro, renderiam ao número 7 um milhão e meio milhão, respetivamente. O atleta poderia ainda receber mais 500 mil euros pelo prémio Pichichi (melhor marcador do campeonato espanhol) e mais 500 mil pelo número de jogos realizados.

Ler mais: Cristiano Ronaldo já rendeu 60 milhões na Champions

A principal disputa neste defeso entre o clube e o jogador prende-se pelo sentimento de que não é reconhecido e prestigiado o suficiente pelo presidente, Florentino Pérez. Segundo a imprensa, promessas não foram cumpridas, de entre as quais, a renovação milionária depois da conquista da Liga dos Campeões em 2016/17.

Cristiano Ronaldo é o melhor jogador do mundo. Contudo, Lionel Messi recebe do Barcelona cerca de 40 milhões de euros, por ano. Já Neymar tem um salário a rondar os 36,6 milhões de euros, no PSG. O último contrato assinado pelo português foi há dois anos, quando ainda tinha 31 anos.

Para além de Manchester United e Paris Saint-Germain nos clubes interessados, ao que parece a Juventus disponibiliza 100 milhões de euros e o passe de Paulo Dybala, para contar com o capitão da seleção portuguesa.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *