Após a vitória em pleno Santiago Bérnabeu frente ao Real Madrid, o “submarino amarelo” tem ainda mais razões para festejar. O clube valenciano registou uma subida de 63% em receitas comerciais relativamente na última época, materializando-se em 15,57 milhões de euros de lucro.

A razão capital para este sucesso financeiro do Villarreal surge após um acordo de naming rights do famoso estádio El Madrigal. A empresa Pamesa Cerámica comprou os direitos do nome do estádio do Villarreal, mudando o seu nome oficial para Estadio de la Cerámica. A empresa de cerâmica conta também com a sua marca como patrocinador principal dos equipamentos do clube espanhol, aproveitando a sua participação nas competições europeias para expandir a marca. Estima-se que o acordo entre a Pamesa e o Villarreal ronda os 3,5 milhões de euros, isto sem incluir os valores dos naming rights pagos pela empresa de cerâmica.

Ler mais: Villarreal CF com o maior orçamento da sua história

Com a alteração do nome do estádio, surgiram também alterações estruturais no interior do mesmo. O clube implementou uma inovadora Súper Tribuna, uma zona mais resguardada, mais confortável, com vários televisores e serviço de catering em dias de jogo, que implicou um investimento de três milhões de euros. A reformulação do estádio ficou completa com a ampliação da Zona VIP, maximizando o valor comercial do estádio.

Outro ponto importante na estratégia comercial do Villarreal foi o término de contrato com a marca de equipamentos chinesa Xtep. Os espanhóis contam, na temporada atual, com a Joma como principal provedor técnico. A nível de patrocinadores, o atual quinto classificado da La Liga assinou um acordo com a casa de apostas Bwin. Renovou, ainda, com a CaixaBank e a Mahou, patrocinadores do clube de longa data.

As receitas televisivas foram uma importante fonte financeira do clube, tendo alcançado os 60 milhões de euros. No que toca ao futebol em si, o clube conquistou 21 milhões de euros em prémios, devido à sua passagem pelas competições europeias. Somou ainda sete milhões em transferências de jogadores.

Ler mais: LaLiga ultrapassa receitas de 3 mil milhões de euros

O clube valenciano, que se encontra apenas a um ponto do Real Madrid na La Liga, pode ainda aumentar os seus valores financeiros. Com a iminente saída de Bakambu para a China, especula-se que o negócio pode rondar os 40 milhões.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *