Real Madrid e Juventus defrontam-se este sábado no Estádio Nacional do País de Gales (Cardiff) para disputar a 62ª edição da Liga dos Campeões Europeus. De um lado o campeão espanhol, comandado por Cristiano Ronaldo, em busca da décima segunda taça europeia; do outro, a vecchia signora, que depois de também se ter sagrado campeã nacional quer tentar ser campeã europeia pela quarta vez. Mas não é só o legado histórico que confere favoritismo ao Real: é também a sua pesada folha salarial, que segundo cálculos do Finance Football chega a ser quase três vezes superior aos gastos com salários da Juventus.

A disparidade entre as duas equipas é evidente. A equipa de Florentino Pérez gasta semanalmente mais de dois milhões de euros só para alimentar o (provável) onze inicial. O astro português Cristiano Ronaldo é obviamente o activo mais caro do plantel, mas está longe de ser o único milionário na tabela. Jogadores como Bale, Modric, Sergio Ramos, Toni Kroos e Benzema também obrigam o clube de Madrid a abrir bastante os cordões à bolsa.

A título de exemplo, comparemos estes valores com os do astro da Juventus, o argentino Higuaín. O avançado, que é o jogador mais bem pago da Juve – e, certamente não por acaso, já jogou no Real Madrid – custa cerca de 150 mil euros por semana. Ou seja, o jogador mais bem pago da Juve tem um salário que é menos de um quinto da remuneração de Cristiano Ronaldo, e que o tornaria apenas o sétimo jogador mais bem pago se nunca tivesse deixado Madrid.

Jogadores com o menor salário falam português

Em termos salariais, a única posição em que a Vecchia Signora consegue suplantar o Real Madrid é no seu guardião. Gianluigi Buffon já não vai para novo, mas continua destacado como o terceiro jogador mais bem pago do plantel. À procura do seu primeiro troféu europeu na carreira, Buffon tem um vencimento de 80 mil euros semanais, enquanto o guarda-redes merengue Keylor Navas recebe cerca de 64 mil.

Os jogadores com o salário mais modesto são bem conhecidos do público português. O jogador mais “humilde” desta lista de 22 astros é o ex-portista Casemiro. O médio brasileiro tem sido preponderante no equilíbrio da equipa de Zinedine Zidane, no entanto aufere apenas 1/8 daquilo que o seu colega de equipa, CR7, recebe. Curiosamente, do lado da Juventus, o jogador menos pago é também um ex-dragão: Alex Sandro.

Obviamente, as discrepâncias salariais entre as duas equipas não é coisa recente. De facto, há muito que o Real é a grande potência monetária do futebol mundial: para além de ter o jogador mais bem pago do mundo, também carimbou seis das quinze transferências mais caras de sempre. No próximo sábado veremos se o investimento compensou.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *