O Euro 2016 rendeu aos cofres da UEFA cerca de 1,05 mil milhões de euros, um valor recorde na história dos europeus. A partida da final entre Portugal e França contou com 600 milhões de espectadores por todo o mundo, fazendo dela a segunda final mais vista de sempre, logo atrás da final do Euro 2012 entre a Espanha e a Itália.

Os direitos televisivos do Euro 2016 valeram cerca de metade (54%) do encaixe financeiro da UEFA durante toda a competição. O órgão máximo do futebol europeu faturou um total de 1,93 milhões de euros.

No total, foram mais de cinco mil milhões de pessoas que assistiram ao maior evento do futebol europeu, que decorreu entre 10 de junho e 10 de julho e culminou com a vitória inédita de Portugal.

A alteração inovadora do formato da competição, que passou de 16 para 24 equipas em prova, proporcionou que mais 1,1 mil milhões de pessoas assistissem através dos seus televisores ao Euro 2016. A UEFA garantiu também que os dois mil milhões de espetadores únicos representam um aumento de 100 milhões em relação à edição passado do Campeonato Europeu, que se desenrolou na Ucrânia e na Polónia.

Mais:

O horário de alguns jogos permitiu o alcance da audiência asiática, que representa uma fatia bastante razoável do bolo de audiências. Só no jogo dos 16 avos-de-final entre a França e a Irlanda calcula-se que 17,6 milhões de chineses tenham assistido à partida. A final registou 25,7 milhões de audiência no Brasil, oito milhões na China e 5,3 milhões nos EUA.

Pelo mundo inteiro, foram cerca de 130 parceiros televisivos que transmitiram jogos do Euro 2016. Dentro dos estádios, contou-se com mais de dois milhões de pessoas aos embates entre as melhores seleções europeias.

O próximo Europeu em 2020 será disputado em treze cidades de diferentes países europeus, de forma a celebrar o 60.º aniversário da história dos Europeus.

1 Comentário

DEIXE UMA RESPOSTA

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *