Tempo de crise é sinónimo de…… aumentar as receitas, segundo os grandes clubes das principais ligas europeias. Depois do Borussia Dortmund, do Barcelona, do Atlético Madrid é a vez do Bayern de Munique atingir valores recordes de receitas relativo à época de 2015/2016. O aumento de 20% surge depois do retorno ao ativo do presidente Uli Hoeness.

Em termos desportivos, o Bayern venceu a Bundesliga e a DFB Pokal (taça da Alemanha) e chegou às meias-finais da Liga dos Campeões, num desempenho que foi acompanhado pelo lado financeiro, com a faturação a subir dos 523,7 milhões de euros para os 626 milhões de euros.

As receitas de publicidade chegaram aos 169,8 milhões de euros, enquanto que as vendas de merchandising atingiram os 108 milhões de euros. E mais de 83 milhões de euros vieram dos direitos de transmissão audiovisuais.

O Bayern Munique é atualmente um dos clubes mais ricos do mundo. Mas nem por isso deixa de continuar a registar lucros: 142,5 milhões de euros, o que representa um aumento de 28% face à temporada anterior.

Em comunicado, o clube alemão afirmou que “pode olhar para trás e ver um ano excecional a nível desportivo e financeiro, do qual os membros, funcionários e associados se podem orgulhar”.

2 Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *