Os números falam por si e são impressionantes. O Real Madrid terminou a época de 2016/17 com receitas de 674,6 milhões de euros. Os “Los Blancos”, além da força dentro de quatro linhas, são igualmente monstruosos nas suas finanças.

Contudo, as despesas dos madrilenos acompanham as suas receitas. Os lucros após impostos rondam os 21,4 milhões de euros. Um valor que representa uma redução de 29% em relação à temporada anterior. Em sentido contrário, as receitas aumentaram 8%.

O Real Madrid fez também público que registou uma melhoria de mais de 40 milhões de euros em relação ao orçamento da temporada, fixando-se nos 631,3 milhões de euros. O próprio presidente Florentino Pérez garante que “o Real Madrid desfruta hoje da maior solidez financeira da sua história“.

Porém, nem tudo é um mar de rosas. Os “merengues” continuam com uma dívida liquida a rondar os dez milhões de euros.

Esta temporada, o Real Madrid conta com um orçamento recorde de quase 700 milhões de euros. Um orçamento bem acima do anunciado pelos rivais Atlético Madrid (343 milhões de euros). Por outro lado, o FC Barcelona conta com um orçamento para a temporada 2017/18 de 897 milhões de euros. Um valor astronómico, alimentado em boa parte pela transferência de Neymar para o PSG por 222 milhões de euros.

Os resultados económicos da última temporada serão submetidos à aprovação da Assembleia Geral Ordinária, no dia 1 de outubro.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *