Di María, David Luiz, Ramires, Matic, Gaitán, Renato Sanches, Lindelof, Ederson – a lista de transferências milionárias do Benfica é cada vez maior, mas apesar de todo o burburinho e manchetes publicadas há muita coisa que continua a passar oculta sobre o radar até dos adeptos mais dedicados. O Finance Football compilou alguns dos factos mais espantosos e números menos (re)reconhecidos.

1. Em 2017, Benfica foi o campeão mundial das vendas

Parece estranho, mas é verdade. Neste momento, o Benfica já facturou 112 milhões de euros com a venda de jogadores como Nélson Semedo, Ederson e Lindelof, entre outras transferências de menor dimensão. O que chega para colocar os encarnados na primeira posição da lista dos clubes com mais vendas, por ligeira vantagem sobre o AS Mónaco (que beneficiou da venda do português Bernardo Silva).

Claro que até ao final de Agosto ainda faltam quase três semanas, e muita água pode passar sob a ponte. Mas, pelo menos para já, é mesmo o Benfica quem está no topo do mundo. Pela primeira vez na história.

2. Recorde: quatro épocas a fazer mais de 100M€ por ano 

A época de 2016/2017 está a ser histórica, mas os últimos anos também não foram nada de se deitar fora. Na verdade, desde a época de 2013/14 que os encarnados conseguem encaixar pelo menos 100M€ por ano, valores extraordinários que até então só por uma vez tinham sido alcançados por algum clube português (o Porto, obviamente)

Mas as últimas quatro temporadas representam, em todo o caso, evolução na continuidade. De facto, o grande corte com o passado dá-se em 2010-2011, quando começam a notar-se os frutos do treinador contratado em 2009. Jorge Jesus, conhecido por saber encontrar (e polir) diamantes em bruto provocou uma verdadeira tempestade no clube vermelho, alterando de forma decisiva – e pelos vistos persistente – a forma como o SLB conseguia trabalhar as suas jóias da coroa.

3. Benfica ultrapassa Porto e Sporting… combinados

O Benfica tem vindo paulatinamente a fazer cada vez mais dinheiro com jogadores, mas na época passada conseguiu um feito nunca antes atingido: facturar mais do que Sporting e Porto juntos. Este ano os encarnados preparam-se para repetir a proeza. De acordo com os dados mais recentes, pelo menos, as vendas do Benfica já totalizam 112 milhões de euros, mais do que os 61 milhões do Porto e os 19 milhões do Sporting juntos. E isto apesar de esta ter sido – ou estar a ser… – uma grande época para o Porto, com a venda de craques como André Silva (Milan).

4. Benfica prestes a apanhar o Porto como Rei das vendas do século XXI

Apesar das vitórias do período recente, no conjunto dos últimos 17 anos o Porto continua a levar a dianteira. Os azuis e brancos venceram a Taça Uefa e a Liga dos Campeões em 2003 e 2004, o que fez disparar o valor de mercados dos seus jogadores e abriu as portas a um conjunto alargado de transferências milionárias (Paulo Ferreira, Deco, Maniche, Costinha, Ricardo Carvalho, Benni McCarty…). No cômputo final, o Porto continua à frente.

Mas, neste momento, o Benfica já fechou grande parte do diferencial acumulado ao longo dos primeiros anos do século XXI. E, a julgar pela imagem, não deve faltar muito até apanhar o primeiro classificado.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *