Os clubes da primeira divisão de futebol da Argentina estão em desacordo com a oferta de mais de 120 milhões de euros por época que a Associação de Futebol da Argentina (AFA) recebeu para a cedência dos direitos de transmissão televisiva do campeonato do país. As propostas surgiram da FOX e da Turner, duas empresas de media norte-americanas, que não convencem os responsáveis dos principais emblemas argentinos.

O principal campeonato argentino tem atualmente 30 equipas. Porém, um grupo de dez emblemas manifestou o seu descontentamento quanto ao montante oferecido pelas televisões norte-americanas.

A imprensa argentina diz que a FOX e a Turner ofereceram 122,6 milhões de euros por época, durante um contrato de 15 anos, ao presidente do programa Futebol para Todos (FPT), Fernando Marín. Contudo, a proposta deveria ser apresentada a todos os clubes para discussão, mas só o governo argentino, atual detentor dos direitos, é que está a negociar o acordo.

Mais: Coritiba e Atlético Paranaense abandonam Primeira Liga

A oferta inclui ainda a possibilidade de rever o contrato de cinco em cinco anos e a implementação de aumentos anuais na ordem dos 10% e 12% a partir de 2020.

Os clubes que estão em desacordo com esta negociação pedem o adiamento da mesma até às eleições da AFA, possivelmente em março de 2017, para que os estatutos da associação sejam renovados, no sentido de negociar um melhor contrato de cedência dos direitos televisivos.

1 Comentário

DEIXE UMA RESPOSTA

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *