O conselho de administração da Real Sociedad anunciou lucros de aproximadamente 6,5 milhões de euros na época de 2015/16. A equipa basca prepara-se assim para revelar resultados positivos no próximo 14 de Dezembro, dia em que as contas são apresentadas oficialmente à junta de sócios.

Os direitos televisivos renderam ao clube espanhol cerca de 41,7 milhões de euros, sendo a principal fonte de receitas. De destacar também os sócios e os bilhetes de época que amealharam cerca de 7,4 milhões de euros – aproximadamente o mesmo valor ganho com a publicidade e os patrocínios.

A juntar a estes valores há ainda que contar com 11,4 milhões de euros provenientes de acções judiciais contra a operadora televisiva Mediapro, em Julho deste ano.

As despesas dos Txuri-urdin rondaram os 73,4 milhões de euros, sendo que grande parte desse valor – 41 milhões de euros – foram para gastos com salários. Foram gastos também à volta de 11 milhões de euros com pagamentos de amortizações de transferências passadas.

Foram ainda feitas outras despesas diversas pelo emblema de San Sebastián no valor de 12,1 milhões de euros.

O balanço da direcção acaba por ser positivo, numa altura em que o Real Sociedad ocupa o quinto lugar da Liga Espanhola a oito pontos do líder Real Madrid. Recorde-se que há poucos dias o Atlético de Madrid também tinha anunciado resultados positivos na época passada, na casa dos 13 milhões de euros líquidos de impostos.