O clube espanhol Alavés, que milita no principal escalão do futebol espanhol (LaLiga), pretende comprar os franceses do Sochaux. O clube gaulês, que joga na Ligue2, passa por dificuldades financeiros após a descida da Ligue1 em 2014.

Os proprietários do clube basco, o Grupo Baskonia-Alavés, pretendem adquirir o histórico emblema francês que, atualmente, é propriedade dos chineses da Ledus. Haritz Querejeta, presidente do Grupo Baskonia-Alavés, transmitiu esta intenção numa conferência de imprensa na cidade francesa e que o negócio tem tudo para avançar. “Apaixonamo-nos pelo clube e o nosso objetivo é sermos os seus futuros proprietários”, referiu.

A verdade é que este não é o primeiro capítulo da relação entre o emblema francês e o espanhol. Em abril de 2018, a Ledus, empresa que comprou o clube em 2015 à PSA por sete milhões de euros, designou o grupo basco como responsável pela gestão desportiva do clube da Ligue2 durante um período de três anos, após pressão dos adeptos com a atual direção do clube. No entanto, os espanhóis querem, num futuro próximo, obter o controlo total do clube. “Queremos comprar o Sochaux e iniciar um processo de reestruturação do clube”.

Sochaux encontra-se numa situação financeiramente delicada.

Este seria um passo semelhante ao que o Atletico de Madrid tomou quando comprou o RC Lens, clube que também está representado na Ligue2, em 2016. O Sochaux pode juntar-se ao Rudes, da Croácia, na lista de clubes associados ao Alavés.

O ex-primodivisionário francês encontra-se numa das situações mais delicadas da sua história. O clube encontra-se na segunda divisão e, nos últimos três anos, acumula cerca de dez milhões de euros de dívidas. No sentido oposto, o Alavés fechou a época 2016/2017 com um lucro de 50 milhões de euros, prevendo ainda que os lucros da época 2017/2018 alcancem os 60 milhões.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *