Os clubes da Ligue 1 chegaram esta segunda-feira a acordo na renegociação das receitas televisivas para as próximas quatro temporadas. Isto após algumas das equipas mais pequenas do principal escalão de futebol francês terem manifestado algum descontentamento com a forma como os 748,5 milhões de euros iriam ser divididos pelos 20 emblemas.

Em causa estava a grande disparidade entre os ganhos das equipas de alto gabarito da Ligue 1 e as equipas de segunda metade da tabela, no que toca aos direitos televisivos.

O último classificado está atualmente a ganhar um quarto dos vencimentos do campeão, PSG. O novo acordo prevê agora que esse rácio desça gradualmente nas próximas temporadas para atingir um rácio de um terço a partir da época 2019.

Ainda assim, caso as receitas dos direitos televisivos superem os mil milhões de euros por época, o rácio poderá eventualmente chegar aos 1/2,5; e aos 1/2,2 se ultrapassarem 1,5 mil milhões de euros anualmente.

Na época passada os direitos televisivos da Ligue 1 valeram ‘apenas’ 500 milhões de euros aos seus clubes. O progresso das receitas televisivas do principal escalão francês tem sido notável, tendo um crescimento 473 milhões de euros anuais num espaço de 15 anos.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *