O Newscastle United acabou de ser adquirido por um consórcio da Arábia Saudita.

Os magpies pertenciam ao dono da cadeia de retalho de desporto Sports Direct, Mike Ashley.

O consórcio que comprou o Newcastle inclui o fundo soberano da Arábia Saudita de $430 bilhões, o qual é liderado pelo príncipe Mohammed bin Salman.

Ou seja, são agora os novos reis da Premier League e, para os adeptos dos magpies, os saudita bem podem ser a chave do sucesso dentro de campo depois de décadas na sombra.

Mohammad bin Salman destronou o Sheikh Mansour (Abu Dhabi), que detém o Manchester City. A fortuna de Mansour está avaliada em $31 bilhões, uma “pequena” soma quando comparado com os novos donos do Newcastle.

Ler mais: Top 20 Atletas Mais Ricos do Instagram 2020

O terceiro lugar dessa lista é ocupado por Roman Abramovich, que acabou de colocar o Chelsea à venda. O oligarca russo viu os seus bens serem congelados pelas autoridades do Reino Unido, por causa das suas ligações ao regime de Vladimir Putin. Abramovich tem um patrimônio de $14 bilhões, mas deixará brevemente de figurar nesse ranking.

Há muito que a Premier League se tornou num negócio milionário e isso está atraindo os investidores mais ricos do mundo, como o americano Stan Kroenke, que detém o Arsenal. Quão rico é Kroenke? Sua fortuna está avaliada em $10.7 bilhões.

Mas há mais nacionalidades: China, Egito, Tailândia… E há apenas um inglês na lista: Joe Lewis, o proprietário do Tottenham, com uma fortuna $5.5 bilhões.

John W. Henry (Liverpool), Abramovich (Chelsea), Guo Chuangchang (Wolves), Sheik Mansour (Manchester City): apenas o dono do Liverpool não figura no top-10.

Veja a lista completa.

Top 10 Donos da Premier League Mais Ricos

  1. Mohammad bin Salman (Arábia Saudita) Newcastle $434 bilhões
  2. Sheikh Mansour (Abu Dhabi) Manchester City $31 bilhões
  3. Roman Abramovich (Ruússia) Chelsea $14 bilhões*
  4. Stan Kroenke (EUA) Arsenal $10.7 bilhões
  5. Guo Chuangchang (China) Wolverhampton $6.8 bilhões
  6. Nassef Sawiris (Egito) Aston Villa $6.8 bilhões
  7. Aiyawatt Srivaddhanaprabha (Tailândia) Leicester $6.8 bilhões
  8. Joe Lewis (Reino Unido) Tottenham $5.5 bilhões
  9. The Glazers (EUA) Manchester United $5.5 bilhões
  10. Gao Jisheng (China) Southampton $4.2 bilhões
    *Abramovich colocou Chelsea à venda em fevereiro, na sequência da invasão russa na Ucrânia

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA