Ao falar do universo futebolístico estamos acostumados a escutar sobre esportistas com grandes habilidades, gols que parecem saídos de um filme, passes mágicos e goleiros incríveis que conseguem pegar a bola justo antes que entre no arco.

No entanto, este esporte tem um aspecto que poucas vezes é analisado: as expulsões. Embora a maioria dos jogadores tente respeitar o regulamento, há outros que esquentam a cabeça rapidamente e sofrem as consequências, prejudicando sua equipe.

Algumas destas faltas de disciplina são tão evidentes que não é preciso estar no campo de jogo para vê-las, pois podem ser percebidas inclusive por aqueles espectadores que preferem assistir futebol online na comodidade de suas casas.

O jogo bonito traz alegria e felicidade para todo mundo, mas sua prática também tem aspectos negativos. Descubra os esportistas com mais cartões vermelhos da história.

Gerardo Bedoya – Colômbia

Conhecido como “o Gladiador”, ao longo de seus 17 anos de carreira, Bedoya atuava como lateral-esquerdo e volante.  Ele tem o lamentável recorde de ser o jogador que mais vezes foi expulso, contabilizando um total de 46 expulsões em 601 partidas disputadas.

Bedoya debutou no futebol profissional na equipe Deportivo Pereira e jogou em diferentes times da Colômbia, da Argentina e do México, como Deportivo Cali, Racing Club, Boca Juniors e Puebla. No ano de 2015 ele se retirou da atividade profissional.

Cyril Rool – França

Este esportista nascido na França, que atuava como volante e lateral-esquerdo, passou toda sua carreira nesse país, jogando em times como Monaco, Bordeaux, OGC Nice e Olympique de Marseille.

Em 2009 recebeu o apelido “o Anticristo” por causa do seu jogo violento e indisciplinado que não conhecia limites dentro do campo. Rool começava brigas, atacava os concorrentes fisicamente e costumava dar chutes de karatê nele. Estas atitudes o levaram a acumular 25 cartões vermelhos e 187 amarelos.

Sergio Ramos – Espanha

Ainda em atividade, este futebolista espanhol atualmente joga no time Paris Saint-Germain. Iniciou sua carreira na equipe de Sevilla e depois passou ao Real Madrid, onde passou 20 temporadas de êxito.

Ele é considerado um dos melhores zagueiros da sua geração, e também é um dos esportistas que acumulam mais cartões vermelhos. Neste momento ele foi expulso 26 vezes e a conta parece não ter chegado ao fim.

Alexis Ruano – Espanha

Tal como acontece com Ramos, Alexis Ruano é um futebolista que ainda está ativo. Ele começou sua carreira na Espanha no time Málaga e passou por várias equipes desse mesmo país, entre as que se encontram Getafe, Sevilla e Valencia. Neste momento joga para o Al-Ahli, na Arábia Saudita.

Graças ao seu temperamento explosivo e impaciente, ele contabiliza 22 expulsões. Esta atitude não é bem vista pelos dirigentes espanhóis, que preferem que ele jogue longe da sua pátria.

 Roberto Trotta  – Argentina

Este futebolista teve uma extensa trajetória profissional que incluiu a Argentina, a Itália, o México e o Equador.  Debutou no time argentino Estudiantes de La Plata em 1987 e se aposentou em 2005 na Unión de Santa Fé, outra equipe desse país.

Trotta jogava como defensor e ao longo de sua carreira foi expulso por 17 árbitros diferentes e acumulou 21 cartões vermelhos. Sua forma de agir era tão combativa que quando era ajudante de treinamento de Maradona nos Emirados Árabes, o mesmo Diego chegou a pedir sua demissão.

SEM COMENTÁRIOS