Em 2004, José Mourinho saiu do FC Porto para o Chelsea a troco de €6 milhões, protagonizando uma sensacional e pouco usual transferência de um treinador de um clube de futebol. Quase duas décadas depois, a Bundesliga alemã consolida o mercado de transferências de técnicos com trocas importantes e milionárias entre os principais. A começar pela mudança de Julian Nagelsmann do Leipzig para o todo-poderoso Bayern Munique. Os bávaros pagam a módica quantia de €25 milhões pelo jovem técnico de 33 anos.

Mas houve mais transferências de treinadores na liga alemã que foram concretizadas recentemente e que entram para o top-10 das 10 transferências mais caras de sempre no futebol.

Foi o caso de Adi Hütter, treinador do Eintracht Frankfurt. O técnico está a realizar uma boa temporada em Frankfurt e rumará ao Borussia Mönchengladbach na próxima temporada. O Mönchengladbach para €7 milhões pelo técnico depois de ter perdido Marco Rose para o outro Borussia. O Dortmund vai ter Rose na época que se avizinha, num negócio de €5 milhões de euros que transforma o técnico alemão no 10.º mais caro de sempre.

Ler mais: Top 10 Treinadores Mais Bem Pagos na Premier League 2020-2021

Sendo assim, o ranking mundial dos 10 treinadores mais caros regista mudanças relevantes. André Villas-Boas deixou de ser o mais caro de sempre, com o Bayern Munique e Nagelsmann a pulverizarem um recorde que tinha precisamente dez anos.

Nos terceiros e quartos lugares do ranking estão dois treinadores que estão a realizar boas temporadas ao serviço dos respetivos clubes e estão a fazer valer a pena o investimento realizado: Brendan Rodgers trocou o Celtic pelo Leicester por €10,5 milhões em 2019 e Rúben Amorim mudou-se de Braga para o Sporting por €10 milhões um ano depois.

Na presente temporada, os foxes estão em boa posição para regressar à Champions League e os leões estão pertíssimo de conquistar a Liga portuguesa duas décadas depois do último título de campeão nacional.

José Mourinho, que irá treinar a Roma na temporada 2021/2022, fez essa mudança a custo zero, depois da saída do Tottenham. Ainda assim, protagoniza duas das 10 transferências mais caras de sempre: quando mudou do Inter Milão para o Real Madrid por €8 milhões em 2010 e quando trocou o FC Porto pelo Chelsea por €6 milhões em 2004. Curiosidade: em ambas as situações Special One tinha acabado de se sagrar campeão europeu.

Como Mourinho, Brendan Rodgers também surge duas ocasiões. Como já vimos, ocupa o terceiro lugar quando trocou o campeonato escocês pelo campeonato inglês em 2019. E ocupa também a oitava posição, depois de em 2012 ter ingressado no Liverpool por €6,2 milhões, saído do Swansea.

Também por €6,2 milhões foi adquirido Mark Hughes pelo Manchester City ao Blackburn em 2008.

Top 10 Most Expensive Football Managers

1. Julian Nagelsmann – Leipzig/Bayern Munique – €25 milhões (2021)
2. André Villas-Boas – FC Porto/Chelsea – €15 milhões (2011)
3. Brendan Rodgers – Celtic/Leicester – €10,5 milhões (2019)
4. Rúben Amorim – Sp. Braga/Sporting – €10 milhões (2020)
5. José Mourinho – Inter Milão/Real Madrid – €8 milhões (2010)
6. Adi Hütter – E. Frankfurt/B. Mönchengladbach – €7,5 milhões (2021)
7. Mark Hughes – Blackburn/Manchester City – €6,2 milhões (2008)
8. Brendan Rodgers – Swansea/Liverpool – €6,2 milhões (2012)
9. José Mourinho – FC Porto/Chelsea – €6 milhões (2004)
10. Marco Rose – B. Monchengladbach/B. Dortmund – €5 milhões (2021)