A equipa da NFL San Francisco 49ers pretende aumentar a sua participação no recém promovido à Premier League Leeds United. 

O acionista maioritário do clube britânico Andrea Radrizzani vendeu uma posição de interesse de 10% ao grupo americano 49ers Enterprises, a entidade por detrás do San Francisco 49ers, por cerca de 14 milhões de dólares, em 2018.

Radrizzani disse recentemente que estaria disponível para receber investimento externo para ajudar a financiar o regresso do Leeds à Premier League, abrindo a porta, inclusivamente, ao fundo Qatar Sports Investments.

Ler Mais: Leeds fecha acordo de patrocínio com Adidas no regresso à Premier League

“Estamos a explorar a possibilidade de sermos uns parceiros ainda maiores. É algo para o qual estamos disponíveis”, referiu Paraag Marathe, presidente da 49ers Enterprises, que tem assento do conselho de administração do Leeds.

“Isso poderá acontecer se ele [Radrizzani] estiver interessado e estamos abertos a mais do que talvez tentaríamos”, acrescentou Paraag Marathe.

Leeds com avaliação de 140 milhões

Quanto vale o Leeds United? De acordo com a última avaliação implícita no negócio entre Radrazzani e os 49ers, o clube valerá cerca de 140 milhões de dólares. Mas essa avaliação poderá estar desatualizada tendo em conta que o Leeds acabou de subir à Premier League.

O Leeds irá jogar no principal campeonato de futebol em Inglaterra na próxima temporada, sob o comando do experiente técnico Marcelo Bielsa.

O histórico emblema britânico assinou recentemente um contrato de patrocínio desportivo com a Adidas.

O acordo irá vigorar nas próximas cinco épocas, iniciando-se já na próxima temporada de 2020-2021. A fabricante de material desportivo alemã irá fornecer os equipamentos de jogo e de treino de todas as equipas do emblema.

O Leeds indicou ainda que o contrato representa um recorde para o clube em termos financeiros.

A Adidas substitui a marca italiana Kappa no papel de fornecedor de equipamento do Leeds — a parceria com os italianos também se prolongou por cinco épocas, que agora termina. A Kappa paga cerca de dois milhões de libras ao Leeds, mais uma remuneração variável em função da venda de camisolas.