(Brasília - DF, 16/02/2020) Jogo Flamengo x Atlético PR..Foto: Carolina Antunes/PR

O Flamengo anunciou um novo acordo de patrocínio master com o Banco de Brasília (BRB). O negócio foi aprovado pelo conselho deliberativo do time brasileiro. O contrato é válido para os próximos três anos, prorrogáveis por mais dois, e com valor base de R$35 milhões. Mas pode render mais ao ao clube do Rio.

O anúncio foi feito pelo presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, num vídeo públicado nas redes sociais. De acordo com o dirigente, o banco terá a exclusividade de exploração de ações com os seus adeptos.

“O Flamengo vai entrar com uma série de propriedades, o engajamento de sua torcida, sua participação na mídia social. Inclusive, o espaço master da sua camisa. Vamos desenvolver com eles uma série de produtos, nos quais a gente vai ter participações, produtos financeiros, como seguros, cartões de crédito, uma série de coisas. É importante que a torcida saiba que, uma vez isso feito, o Flamengo também terá uma parte do benefício de todos esses produtos que vão ser desenvolvidos”, disse Rodolfo Landim.

O projeto inclui ainda o lançamento de um novo banco digital, de produtos e serviços direcionados aos milhões de torcedores rubro-negros.

Em contrapartida, o Flamengo terá participação nos resultados alcançados com a comercialização de produtos e serviços. O acordo estabelece uma divisão de lucros igualitária entre o Banco de Brasília e o Flamengo: 50% para cada. Impulsionado pela parceria com o Fla, a expectativa é pela abertura de 1,5 milhão de contas digitais por parte do BRB.

Ler mais: Flamengo anuncia fim do patrocínio de 15 milhões do banco BS2

“A parceria com o Flamengo, time com marca de força global, vai permitir ao BRB diversificar seus negócios, expandir sua base de clientes e ampliar a atuação nacional tanto na forma de presença física quanto digital”, disse o presidente do BRB, Paulo Henrique Costa.

O BRB surge assim na vida do Flamengo depois do fim do contrato de patrocínio com o banco digital BS2, anunciado recentemente.