(Brasília - DF, 16/02/2020) Jogo Flamengo x Atlético PR..Foto: Carolina Antunes/PR

O Flamengo anunciou esta quinta-feira que o contrato de patrocínio com o banco BS2 terminará no próximo dia 30 de junho. Negócio rendia 15 milhões de reais (2,5 milhões de euros) por ano, mais variáveis.

A decisão partiu do banco digital, que optou por descontinuar o acordo depois de pouco mais de um ano como patrocinador master do futebol do Clube. O BS2 também deixará de patrocinar o time feminino e as categorias de base.

O clube do Rio de Janeiro refere ainda que os clientes da conta BS2 Flamengo poderão continuar a usufruir dos serviços do banco nos mesmos termos do contrato já assinado e utilizando o mesmo cartão da conta.

“O Banco BS2 continua na torcida pelo Rubro-Negro e deseja muitos sucessos e títulos futuros ao clube e à Nação e o Flamengo agradece a confiança depositada pelo BS2 em todo este período”, sublinhou o Flamengo em comunicado.

“Juntos fizemos a parceria mais vitoriosa do futebol brasileiro, com a tríplice coroa (Campeonato Carioca, bicampeonato da Libertadores e heptacampeonato brasileiro), em 2019, e a Recopa e a Supercopa, em 2020”, acrescentou.

Não há referência ao impacto da pandemia de Covid-19 na decisão do banco digital. Mas um estudo da agência de marketing desportivo Two Circles projeta uma quebra de 37% no valor investido pelas empresas em sponsorship este ano. Dos $46.1 mil milhões em 2019, o investimento em patrocínios e outros contratos publicitários cairá para $28.9 mil milhões em 2020.

Os setores que mais vão reduzir a atividade são estes, por ordem: serviços financeiros (-$6.92 mil milhões), automóvel (-$2.67bn) e tecnologia (-$4.58 mil milhões), de acordo com o estudo da Two Circles.