6. Camp Nou (FC Barcelona)

O sócio do antigo pugilista Mike Tyson considerou que dar o nome da empresa de canabis ao estádio Camp Nou do Barcelona é “uma excelente ideia”.

O clube catalão anunciou na passada terça feira que pretende vender os naming rights do estádio pela primeira vez e doar o dinheiro do negócio a projetos de investigação que ajudem a combater o novo coronavirus.

Alki David, parceiro de negócios de Tyson, pretende adquirir os direitos de naming do mítico estádio que passaria a designar-se de Swissx Stadium.

“É um grande estádio”, disse David à britânica BBC. “É algo que estamos realmente à procura para a nossa empresa e parece-me uma excelente ideia”, referiu.

Ler mais: Barcelona vende naming do Camp Nou e doa verba para combater Covid-19

Acrescentou ainda que se trata de uma empresa de canabis, um setor em que “Espanha tem uma longa tradição dentro da União Europeia, sendo um país que vai à caminho da legalização”.

Questionado sobre se a companhia não poderá afetar negativamente a reputação do Barcelona, David rejeitou esse cenário: “Isso ainda tem de ser visto. O mundo nasce de ideias”.

O Barcelona anunciou planos para vender os naming rights do  Camp Nou, numa decisão sem precedentes uma vez que será a primeira vez desde a sua abertura, em 1957, que o icónico estádio dos catalães terá um nome de uma marca associado.

Em comunicado, o Barcelona adiantou que o dinheiro da venda dos naming rights do estádio será canalizado para investir em projetos de investigação que estão a ser conduzidos na Catalunha e no resto do mundo envolvidos na luta contra os efeitos da Covid-19.