O Brighton & Hove Albion está de volta à Premier League, 35 anos depois. Os seagulls garantiram matematicamente a promoção a três jogos do fim do Championship inglês. Um plantel cheio de talentos, mas que está longe de ser o mais valioso.

//platform.twitter.com/widgets.js

O Brighton é apenas o oitavo plantel mais valorizado do segundo escalão inglês, estando avaliado em 50 milhões de euros. O cabecilha da lista, o Newcastle, tem mais do dobro do valor. A equipa treinada por Rafa Benítez está cotada em 126 milhões, ocupando o segundo lugar do Championship.

Após na temporada passada terem ficado pelos playoffs, ao serem arrumados pelo Hull City, os pupilos de Chris Hughton subiram de patamar esta temporada. Para além do bom trabalho do técnico irlandês, a quem mais se deve este grande feito?

Glenn Murray

O ponta-de-lança inglês de 33 anos foi crucial na boa época dos seagulls. Murray fez o gosto ao pé 22 vezes, em 39 jogos. Contratado esta temporada ao Bournemouth, o britânico revelou-se uma arma secreta para o Brighton. Devido à sua idade, Murray está apenas avaliado em 3,5 milhões de euros, mas certamente o seu registo fará inveja a muitos jogadores de topo.

//platform.twitter.com/widgets.js

Anthony Knockaert

O jogador mais valioso do Brighton é este extremo francês de 25 anos. Knockaert está avaliado em 7 milhões de euros e o seu valor tem tudo para disparar. Com passagens pelo EA Guingamp, Leicester City e Standard de Liège, Anthony valia apenas 2,5 milhões à menos de dois anos. O francês tem 15 golos marcados e oito passes para golo. Estatísticas que fizeram dele o Melhor Jogador do Ano do Championship.

//platform.twitter.com/widgets.js

Lewis Dunk

O Brighton tem até ao momento a melhor defesa do campeonato, sofrendo apenas 36 golos em 43 jogos. Muito do mérito vai para Lewis Dunk, o defesa central de 25 anos. Forte no posicionamento e nos duelos aéreos, o central inglês não vacila na hora de tirar a bola da área. Avaliado em 5 milhões de euros, Dunk está no clube desde 2010, sendo um dos frutos da academia de Brighton.

//platform.twitter.com/widgets.js

(Nota de destaque ainda para as contribuições do médio veterano Steve Sidwell e do guardião David Stockdale).

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA