Colocar o nome de uma marca no equipamento de uma equipa profissional de futebol não está ao alcance de todos. Mas existe uma indústria em claro crescimento que mais do que qualquer outra se tem associado aos patrocínios desportivos. Falamos dos casinos online, serviços digitais que dão aos utilizadores a possibilidade de apostar e ganhar dinheiro através de uma multiplicidade de diferentes jogos interactivos, que incluem com frequência as apostas desportivas.

Enumerar exemplos deste cenário é quase dispensável. Afinal, a própria Liga Portuguesa de futebol foi uma das primeiras plataformas desportivas a ser visada por uma grande marca de jogos de sorte e azar online. Analisar as causas por detrás do sucesso estrondoso destas acções promocionais é, pelo contrário, aquilo que mais nos interessa neste artigo. Quando marcas outrora desconhecidas se tornam subitamente líderes de mercado, isso só se pode dever a um contrato de patrocínio desportivo. Mas quais são as razões por detrás deste fenómeno?

Ver futebol faz-nos querer jogar

Começamos pelo motivo óbvio. Quando um adepto de futebol ou de qualquer outro desporto assiste a um jogo, ele envolve-se nas emoções que caracterizam a modalidade, e isto despoleta em si a vontade de jogar. E se para muitos o jogo e o espírito competitivo estão associados à actividade física desportiva per se, para outros o mesmo sentimento apenas pode ser replicado através de uma aposta desportiva. Ver o nome de uma grande marca de apostas no equipamento dos atletas que nos fazem sonhar é sem dúvida um grande incentivo neste sentido.

O futebol e os casinos online partilham o mesmo público-alvo

Numa altura em que os anúncios parecem cada vez mais apenas chegar às pessoas certas, obter um efeito semelhante em larga-escala continua a ser um desafio. Mas os casinos online parecem já se ter apercebido de que uma grande parte das pessoas que escolhem utilizar os seus serviços é simultaneamente fã de futebol.

Por outras palavras, o futebol e os casinos online partilham o mesmo público-alvo. Talvez precisamente por isso tantos ex-futebolistas profissionais se tenham dedicado a jogar poker após a reforma. Recentemente, o futebolista James Maddison, do Leicester City e da selecção de Inglaterra, viu-se envolvido numa polémica depois de ter aproveitado um dia de folga para… jogar num casino!

Patrocínios de futebol são perfeitos para o acesso local

Por se encontrarem restringidas por inúmeras legislações de licenciamento, que variam frequentemente de país para país, os casinos online e outros empreendimentos análogos são muitas vezes forçados a aderir a estratégias de promoção locais. No mundo, poucas sub-economias de grande acesso e popularidade permitem aos patrocinadores o mesmo tipo de acesso local específico que o futebol garante.

Peguemos novamente no exemplo da Liga Portuguesa, que esteve no centro da grande estratégia de marketing de uma marca de casino online que pretendia firmar-se apenas em território português. Essa marca decidiu patrocinar em primeiro lugar a liga, que é quase exclusivamente assistida por cidadãos portugueses, e não uma grande instituição desportiva como o Benfica ou o FC Porto, que levaria o seu nome além-fronteiras (por exemplo, através de jogos das competições europeias).

O futebol está cheio de adeptos fanáticos

Pode parecer exagerado, mas os casinos online não podiam ter arranjado melhor forma de acabar com a concorrência do que aliando-se a um grande clube de futebol. O desporto-rei está repleto de adeptos fanáticos, que já estiveram na base de grandes mudanças de branding anteriormente; dentro dessa linha de pensamento, é seguro pensar que a associação de um casino online a um clube de futebol lhe pode garantir logo à partida uma boa base de novos seguidores e clientes. Basta relembrar a Premier League de Inglaterra. Há bem pouco tempo, o Stoke, o Newcastle, e o Burnley competiam na mesma divisão e eram patrocinados por três diferentes marcas de casinos online.

Num país onde o mercado é extremamente competitivo, faz sentido que uma nova marca se procure destacar através de um patrocínio desportivo; mesmo que ela ainda não possua o estatuto de confiança dos seus competidores directos – e bem mais sólidos – vai atrair sempre um número significativo de novos jogadores pura e simplesmente porque estes são adeptos do clube patrocinado!

Um patrocínio desportivo vive para sempre

Por fim, é importante relembrar aquela que é a grande vantagem de um patrocínio desportivo: a evocação de um sentimento de nostalgia. Este não é um factor que beneficie em particular os casinos online, mas é certamente digno de nota. Quando uma marca se associa a um grande clube – ou mesmo a um clube de menor dimensão – ela está para sempre a entrar no coração dos adeptos e na história do futebol em si!

Quem não se lembra de ver o FC Porto vencer a Liga dos Campeões com o patrocínio da Revigres, ou da icónica camisola O2 do Arsenal com que Thierry Henry deslumbrava em Inglaterra? Quando uma marca procura um patrocínio desportivo, ela está a fazer um investimento perene, mesmo quando contrato dure apenas 1 ou 2 anos.