O Atlanta United é a equipa mais valiosa da Major League Soccer, principal competição de futebol do país. Apesar de contar apenas com duas temporadas competitivas, a equipa americana subiu ao topo do ranking elaborado pela Forbes.

Segundo o estudo, o Atlanta United tem um valor total de 330 milhões de dólares, cerca de 290 milhões de euros e 1230 milhões de reais. A Forbes apresenta várias razões para o sucesso de uma das mais recentes equipas da MLS, dentro e fora de campo. No que toca às quatro linhas, a equipa de Tata Martino conseguiu o acesso aos playoffs de decisão de campeão nas duas temporadas de estreia. Este ano, está na luta pelo título de campeão na temporada de 2018. Por outro lado, tem os adeptos a remar a equipa para um bom porto, neste caso tanto o desportivo como o financeiro.

O Atlanta apresenta a maior média de espetadores por jogo, superando os 50 mil. Este valor representa uma média superior à de 14 clubes da Premier League, incluindo o ex-campeão Chelsea. Das dez partida com mais espetadores da história da MLS, o Atlanta marcou presença em nove (!). Contudo, o estudo também destaca que o clube se tem destacado no merchandising. Das 25 camisolas mais vendidas na MLS, o clube de Georgia está representado com cinco, mais do que outro clube. Martinez e Almirón lideram as vendas. No total, o Atlanta representa um quarto do lucro de vendas de merchandising de toda a liga.

Leia mais: MLS: O Guia para entrar na Liga 

Os Five Stripes representam um caso inédito no panorama do futebol americano. Ao invés de contratarem jogadores de reputação mundial, como Ibrahimovic (LA Galaxy), Rooney (DC), Vela (LA FC), a equipa liderada por Tata Martino apostou em jogadores jovens e com créditos firmados em competições de nível inferior.

No segundo lugar da lista, aparece o LA Galaxy com um valor de 320 milhões de dólares, seguido do Seattle Sounders, que apresenta um valor de 310 milhões.