O FC Porto comunicou ao Portimonense que não terá fundos para pagar as transferências de Ewerton e Paulinho, avaliados em 5 e 7 milhões de euros, respetivamente. A SAD dos algarvios já reagiu e exige o regresso dos dois jogadores ao emblema de Portimão.

O Record avança que Rodiney Sampaio, presidente da SAD do Portimonense, mostra-se bastante desagradado com a situação e exige o regresso imediato dos dois jogadores ao clube de Portimão. Rodiney Sampaio afirma que o campeão nacional terá comunicado que ao clube algarvio que não tem fundos suficientes para efetuar o pagamento das duas transferências, que correspondem a um valor de 12 milhões de euros. “O FC Porto não tem condições de fazer os pagamentos em causa e por isso exigimos o seu regresso“, afirmou.

Os dois jogadores não têm sido peças fundamentais do xadrez de Sérgio Conceição.

Apesar dos valores, os dois jogadores não têm tido o impacto desejado no xadrez de Sérgio Conceição. Paulinho chegou aos “azuis e brancos” em janeiro e, desde então, apenas efetuou três partidas pela equipa principal do Porto e uma pela equipa B. Contudo, os “dragões” ficaram com uma opção de compra obrigatória de sete milhões de euros e o brasileiro seria um dos jogadores do plantel portista nesta temporada.

Ler mais: Marega é 100% “dragão. Conheça os detalhes

Por outro lado, Ewerton foi marcado como um dos “dispensáveis” após o início de pré-época do FC Porto. Juntamente com Saidy, Oleg, Waris e Mikel, o médio brasileiro não entrará nas contas do técnico Sérgio Conceição, apesar do acordo da transferência com a SAD do Portimonense. O FC Porto comprometeu-se a pagar cinco milhões pelo brasileiro e, devido a este incumprimento, o jogador será integrado na pré-época do clube do Algarve.

Os dois emblemas já se defrontaram nesta pré-época. A vitória sorriu ao clube de Portimão, que venceu por 2-1.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *