Julen Lopetegui esteve sobre escrutínio, nas últimas semanas, após ter sido despedido da seleção espanhola. O ex-treinador do FC Porto assinou contrato com o Real Madrid e ganhará o dobro do seu antigo salário como selecionador.

Os “merengues” pagarão a Lopetegui um salário de seis milhões de euros por ano. Um grande aumento na folha salarial do espanhol, que tem agora a responsabilidade de treinar os tricampeões europeus.

Para o Real Madrid, isto significa uma redução das despesas com o salário do treinador. Zinédine Zidane, o antigo treinador dos madrilenos, tinha um vencimento anual de 8,2 milhões de euros, segundo a Forbes. Um corte de, aproximadamente, 2,2 milhões em despesas salariais.

O salário de Lopetegui é também inferior ao de muitos treinadores de outros clubes de topo. Até mesmo os novos treinadores do Arsenal (Unai Emery) e do PSG (Thomas Tuchel), contam com salários a rondar os oito milhões de euros – uma verba superior à que o Real Madrid despende.

Está também muito longe dos salários de Pep Guardiola no Manchester City (22 milhões de €) e do português José Mourinho no Manchester United (18 milhões de €).

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *