Está finalmente resolvido o conflito entre o Sporting CP e a Doyen, em relação à transferência de Marcos Rojo para o Manchester United em 2014. Os “leões” pagaram à Doyen um total de 16,5 milhões de euros.

As duas partes entraram em litígio após o Sporting se recusar a pagar à Doyen os 75% que detinham do passe do ex-sportinguista Rojo, após a sua transferência para Inglaterra. O caso seguiu para tribunal e a empresa de agenciamento saiu por cima.

Os “verdes-e-brancos” pagaram agora 13 milhões de euros, a juntar aos 3,5 milhões que já tinham pago anteriormente. Para além do valor original, o clube lisboeta viu-se obrigado a pagar também os custos de advogados e tribunais.

No entanto, nem tudo são más notícias para o Sporting CP. Após saldar as suas dívidas, o clube leonino viu descongelados os seus prémios da UEFA, relativos às competições europeias. O dinheiro acumulado rondava os 19 milhões de euros.

Ler também: 

Isto significa que, apesar das despesas do Sporting, Bruno de Carvalho ainda ficou com mais seis milhões de euros no seus cofres.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *