Lionel Messi ofereceu dinheiro a uma instituição de caridade. Depois de ganhar uma ação judicial, iniciada pelo seu representante, a estrela argentina decidiu entregar o dinheiro à ONG – Médicos Sem Fronteiras.

Este caso judicial provém desde do Mundial 2014, mais concretamente após a derrota da Argentina frente à Alemanha na final. O representante de Messi acusou dois jornalistas por violação de honra. Alfonso Ussía (autor do artigo) e Francisco Marhuenda (diretor do jornal La Razón) foram as pessoas acusadas. O veredito saiu esta semana e o jogador do Barcelona foi compensado com 70.000€. Esse dinheiro, por indicação de Messi, foi doado aos Médicos Sem Fronteiras.

Em fevereiro deste ano, Lionel Messi já tinha apoiado a recuperação de um centro poli-desportivo para crianças e nas melhorias nas instalações de um prédio, em Lanús. Através da fundação Messi, o astro argentino doou mais de 200 mil euros.

Criada em 2007, a Fundação Messi tem estado envolvida em diversos projetos ligados ao desporto, à educação e à saúde, procurando ajudar várias crianças por todo o mundo, sobretudo no país natal do jogador. O número 10 é também embaixador mundial da UNICEF por todo o seu trabalho filantrópico.

Outro exemplo de solidariedade de Messi foi no seu pós-casamento. O astro e Antonella Roccuzzo, que se casaram no dia 30 de junho, resolveram doar todas as sobras do casamento para instituições de caridade argentinas. De acordo com o Banco Alimentar de Rosario, mais de 3,4 mil toneladas de alimentos foram distribuídos por 188 entidades.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *