O dono do clube de futebol Newcastle United, Mike Ashley, colocou o emblema “à venda”, de forma a procurar um novo investimento para uma gestão do clube sustentada. O anúncio foi comunicado pelo clube através da proprietária St. James Holdings Limited.

“Como um dos clubes mais antigos da Premier League e um dos clubes mais apoiados – e para o beneficio dos seus adeptos no Reino Unido e pelo mundo – o Newcastle United precisa de uma direção clara e um caminho para o futuro”, assim se lê no comunicado. Pode-se ler ainda que a justificação para esta ação deve-se em dar “ao clube a melhor oportunidade possível de garantir o posicionamento e o investimento necessários para levá-los para o próximo nível, num momento importante na história do clube”.

Mike Ashley comprou uma posição maioritária na formação “magpie” em 2007, através da St. James Holdings Limited. O bilionário é ainda fundador da Sports Direct e teve 10% de ações do clube escocês Rangers. Esta não é a primeira vez que Mike coloca a equipa à venda, depois de em setembro de 2008 ter feito o mesmo. Contudo, três meses depois mudou de ideias.

Segundo a imprensa britânica, Ashley aceitaria uma oferta de 135 milhões de euros em 2008. Uma proposta chegou de um desconhecido aos 112,5 milhões de euros. Porém, desta vez a imprensa garante que menos do que 560 milhões de euros não é aceitável. Só de direitos televisivos o clube arrecada 112,5 milhões de euros por época. Ainda abaixo das propostas de venda de outros clubes ingleses, como por exemplo o pedido de compra do Liverpool por um mil milhão de euros.

Ler mais:

O Newcastle, que regressou este ano ao convívio dos grandes ingleses, foi quatro vezes campeão de Inglaterra, seis vezes vencedor da Taça de Inglaterra e conquistou um troféu europeu, a Taça das Cidades com Feiras, em 1969.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *