Vários atrasos, mudanças de empresas, acusações de trabalho escravo, alteração de planos e ajustes orçamentais fizeram com que a nova casa do FC Zenit custasse à volta de 720 milhões de euros. Mas este valor não é certo. Há quem fale de valores perto dos 1.500 milhões de euros, quantia que faria ultrapassar o Wembley como estádio mais caro do Mundo (1.250 milhões de euros).

Os projetos para a construção de um dos recintos do Mundial-2018 foram apresentados no dia 15 de novembro de 2005. Em 2007, a primeira pedra foi lançada num terreno onde estava o SM Kirov Stadium – casa do FC Zenit até 1992 -, na ilha de Krestovsky. A inauguração estava prevista para 2009 e, mais tarde, para 2012.

Contudo, escândalos de corrupção e problemas financeiros fizeram com que a construção se atrasasse ainda mais. O estádio desenhado por Kise Kurokawa, autor do Estádio Toyota do Japão, durou dez anos a ser construído.

Nos primeiros anos, o principal investidor da arena era o parceiro do clube Gazprom. Porém em 2009, a empresa recusou continuar a pagar e o governo de São Petersburgo comprometeu-se a pagar. Inaugurado há cerca de um mês, num jogo a contar para o campeonato em que o Zenit venceu o Ural, por 2-0, o novo estádio vai receber jogos da Taça das Confederações 2017, nomeadamente a partida da final, do Mundial 2018 e do Euro 2020.

Ler Mais: Salários dos Selecionadores da Taça das Confederações 2017

Com detalhes como um teto retrátil, uma nave estrondosa e vários outros componentes, o estádio de 68 mil lugares, já sofreu criticas do treinador local, Mircea Lucescu, devido ao estado do relvado.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *