A Super League e a Challenge League, da Suíça, têm um novo contrato de televisão e de marketing, a partir da próxima época. Ao todo, as duas divisões da Swiss Football League (SFL) receberão cerca de 28,5 milhões de euros por temporada.

O acordo foi selado nos últimos dias com a Cinetrade e InfrontRingier e vem substituir o atual contrato de distribuição de receitas com todos os 20 clubes das duas primeiras divisões. Na temporada atual, a SFL distribuiu pelos seus membros 16 milhões de euros.

Enquanto a principal divisão vai ter ao seu dispor uma quantia de 22,5 milhões de euros, a segunda liga irá receber 6 milhões. Contudo, a distribuição da quantia pelos clubes vai ser diferente.

Na Super League o acordo está sobre duas bases, quanto à distribuição por cada equipa: cada clube vai receber a mesma quantia de 1,7 milhões de euros e mais um pagamento consoante a classificação final no campeonato. Esta quantia por clube pode chegar aos 1,4 milhões de euros. O campeão receba ainda mais, cerca de 3,1 milhões de euros.

basileia_suica

Os clubes da Challenge League irão receber uma quantia que varia dos 470 mil aos 750 mil euros.

A iniciação do processo começou no mês anterior quando o chefe-executivo da Swisscom, Urs Schaeppi, afirmou que estava a negociar a cobertura dos jogos das épocas a partir de 2017.

O acordo vai ter uma extensão de cinco épocas (2017/2018 até 2021/2022). A Cinetrade, subsidiária do grupo de telecomunicações da Swisscom irá fazer a cobertura ao vivo de todas as 180 partidas da Super League. A InfrontRingier continuará a comercializar os direitos de patrocínio da SFL.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *