O SL Benfica continua a recusar pagar a quantia exigida pelo clube sueco Vasteras SK, referente à transferência de Lindelöf. O caso já foi enviado para a FIFA.

A questão deste processo está numa cláusula no contrato de transferência do jovem central para o clube português. O Benfica devia pagar um prémio, no valor de 250 mil euros, aquando da décima partida de Linfelöf como jogador da equipa principal.

A transferência teve lugar em 2012, quando Victor Lindelöf trocou um pequeno clube sueco pelos encarnados, pela quantia de cerca de 60 mil euros.

Mas o tricampeão português argumenta que quando o central sueco realizou a sua décima partida o primeiro contrato já havia expirado e estava em vigor um novo contrato. O Vasteras não concorda e já ameaçou que está disposto a ir a tribunal se a instituição que tutela o futebol mundial não avançar com nenhuma medida.

“Isto não é apenas um caso judicial, é também moral e ético. É pena um pequeno clube estar dependente deste dinheiro para o seu futuro, mas é isto que sucede quando clubes pequenos enfrentam um dos maiores emblemas da Europa”, afirmou o advogado do Vasteras ao jornal inglês “The Guardian”.

O jovem central de 22 anos, com um lugar consolidado na equipa portuguesa, bem como na equipa nacional da Suécia, tem ainda quatro anos de contrato. Já se fala até de um eventual interesse da Juventus em comprar o central sueco durante o mercado de inverno. Para tal, a Vecchia Signora terá de bater a cláusula de rescisão fixada 30 milhões de euros.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *