O campeão europeu de 2016 só vai ser conhecido no domingo, mas para já há uma equipa que vai levando a dianteira: a Nike.

A fabricante norte-americana de material desportivo ‘marcou’ 59 dos 107 golos totalizados até ao momento, e leva clara vantagem no campeonato das botas mais concretizadoras da competição.

nikemercurial_euro

Os dados são do site Footy Boots, que faz a contabilidade dos golos do Euro 2016 e os associa às botas utilizadas pelos autores dos tentos. Segundo o site, a chuteira Nike Mercurial – usada, entre outros, por atletas como Cristiano Ronaldo, Payet e Vardi – esteve envolvida em 35 golos até agora. A marca norte-americana também fabrica a Hypervenom, a Magista e a Tiempo Legend, que estão associadas aos restantes 24 golos.

Em segundo lugar surge a Adidas: a marca alemã, criada em 1924 por Adolf (‘Adi’) Dassler, levou duas botas ao Europeu, com as quais já foram marcados 31 golos. Bale, Schweinsteiger, Rakitic e Morata são alguns dos craques que calçam Adidas, mas destes apenas o segundo pode tem ainda a possibilidade de fazer a diferença, já que os restantes já saíram de prova. A lista completa está disponível no Footy Boots.

De fora ficam marcas que em tempos ditaram a moda, mas que na última década perderam claramente contra a concorrência.

Por exemplo, não demos pela Reebok, Kappa, Lotto, Spalding – ou sequer pela Umbro, que no Euro 1996 era moda entre muitos atletas. Notamos, porém, que as botas de hoje em dia têm pelo menos uma enorme diferença face aos modelos mais antigos: as cores psicadélicas usadas por quase todas. Ainda se lembram de como era antigamente?

adidas_copamondial