A gigante tecnológica norte-americana Amazon.com está interessada em patrocinar as camisolas do Barcelona.

O patrocínio da Qatar Airways terminará brevemente e, de acordo com o jornal A Marca, além do interessa da própria companhia aérea qatari, há um novo interessado de peso: a Amazon.com, uma das maiores empresas de e-commmerce do mundo.

Descartada da corrida está a empresa japonesa Rakuten, pelo que a luta resume-se agora a dois.

Para clube, a ideia é encontrar um acordo (com qualquer uma das marcas) antes do primeiro jogo amigável da época, diante do Celtic, no dia 30 de Julho.

Ainda assim, avançam as mesmas fontes, a Amazon.com não está disposta a atingir os 65 milhões de euros por ano fixados pelo presidente do clube catalão, Josep Bartomeu.

No início do Junho, os responsáveis do Barcelona consideravam que a Qatar Airways estava “melhor colocada” neste dossiê.

“A Qatar Airways é a melhor colocada, mas temos outros projectos cujas negociações também se encontram avançadas. Uma dúzia de empresas multinacionais vieram ter connosco”, revelou então Manel Arroyo, vice-presidente do marketing e comunicações do Barcelona.

Além do patrocinador principal, o Barcelona também está a negociar o novo patrocinador técnico oficial, especulando-se valores astronómicos que a Nike terá oferecido para continuar a equipar o conjunto de Messi, Neymar e Suárez.