Viagem de Luís Filipe Vieira à China serviu para fechar contrato de naming rights com empresa chinesa.

Os ‘naming rights’ do Estádio da Luz vão render cerca de 10 milhões de euros por temporada aos cofres da SAD do Benfica, adianta hoje o Correio da Manhã.

O contrato terá sido fechado na viagem recente do presidente dos encarnados, Luís Filipe Vieira, à China, num valor global de 100 milhões de euros por dez épocas.

Segundo o Correio da Manhã, Vieira esteve na China para analisar algumas das parceiras já concretizadas com entidades daquele país, nomeadamente no que toca às escolas de futebol, e aproveitou a deslocação para fechar o acordo com um investidor ainda desconhecido.

Aliás, a identidade deste investidor só será revelada depois do Campeonato da Europa 2016, que começa no dia 10 do próximo mês.

O presidente encarnado esteve na China durante cinco dias, acompanhado pelo super-agente Jorge Mendes, no âmbito de uma parceria relacionada com a formação e escolas de jogadores.