Detalhes do negócio ainda estão por concluir. Entrada de investidores romenos deverá ditar saída de Erwin Sanchez do comando técnico dos axadrezados.

Um grupo de investidores romenos está em negociações para comprar o Boavista, segundo avança hoje o jornal A Bola.

Antigo jogador da casa, o romeno Ion Timofte é quem tem intermediado as negociações entre os empresários compatriotas e o presidente do Boavista, João Loureiro. O Boavista detém 53,55% da SAD.

O interesse de capital estrangeiro no Boavista surge depois do clube do Porto ter assegurado a permanência na Liga NOS, que aconteceu no passado fim-de-semana, e numa altura em que se adivinham alguns problemas financeiros no seio da estrutura boavisteira.

Em causa está a reduzida indemnização que a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) vai pagar Boavista no valor de apenas 1,2 milhões de euros, contra os 20 milhões pedidos pelos axadrezados por causa da decisão do Conselho de Justiça da FPF de baixar o clube de divisão, há oito anos.

A entrada de investimento romeno deverá implicar a saída do técnico boliviano Sanchez do comando do clube. É intenção deste grupo de investidores trazer Cosmin Contra, antigo jogador, para liderar a equipa técnica principal.

Contra, 40 anos, já treinou o clube espanhol Getafe e os chineses do Guangzhou R&F, entre outros clubes.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *